Menu

O eSports, ou esporte eletrônico, veio para ficar. A modalidade de competição profissional com videogames não é muito nova, mas cresce a cada ano, sempre na cola de jogos de sucesso, como League of Legends, DotA 2, Counter-Strike, Starcraft e outros. Entenda melhor essa febre e alguns de seus principais torneios:

No Brasil

No Brasil, o eSport ainda está crescendo, apesar de ser um gênero de competição já bem popular. O game mais famoso neste sentido por aqui é o League of Legends, graças ao suporte dado pela produtora Riot Games em torneios oficiais, como o Campeonato Brasileiro, ou CBLoL, como também é chamado. Jogos como Counter-Strike, Street Fighter e Fifa também possuem torneios locais, porém menores. Além disso, eventos como Brasil Mega Arena e Brasil Game Show promovem seus próprios torneios de eSports, contemplando diferentes jogos e com premiações variadas.

Origens

As origens do esporte eletrônico estão, possivelmente, na Coreia do Sul e em alguns pontos da Ásia e Europa. Os jogos do gênero de estratégia em tempo real cresceram nesses locais, além de levarem ainda popularidade aos jogadores profissionais que surgiram na onda. Na Coreia do Sul, por exemplo, o eSport é uma modalidade competitiva reconhecida oficialmente desde o ano 2000.

Hoje, além da Ásia, outros grandes territórios do eSport são América do Norte e o restante da Europa que ainda não tinha sido apanhada pela “febre” nos primeiros momentos. Há até mesmo jogadores que conseguem visto de viagem para modalidades esportivas, o que mostra a evolução das competições. Os maiores torneios possuem transmissões ao vivo via Internet, etapas presenciais com milhares de pessoas na plateia e até mesmo narradores oficiais.

Jogadores profissionais

Como todo esporte tradicional, os esportes eletrônicos também possuem times e jogadores oficiais. É normal que uma equipe de eSport seja patrocinada por uma grande marca relacionada com games, por exemplo, além de existirem jogadores que possuem suas próprias marcas, fama e, claro, uma legião de fãs.

A febre
A fórmula para se tornar febre mundial foi certeira: games populares com torneios que pagam grandes prêmios e jogadores que se tornaram celebridades. Não é preciso esforço para explicar os motivos que fizeram o eSport se tornar um dos gêneros de competição mais populares no mundo inteiro. Seja pelos torneios ou estilos de games abordados, que você acompanha a seguir.

Moba

Atualmente, o gênero mais popular usado nos eSports é o Moba, graças ao sucesso de jogos como League of Legends e Dota 2. Com premiações gigantescas, os torneios mundiais desses games deram exemplo a outros que tentam seguir, como Heroes of the Storm, Heroes of Newerth e Smite. Dota 2, por exemplo, pagou mais de US$ 18 milhões no total em premiação do seu torneio mundial de 2015 – o chamado The International 5.

Futebol
O futebol também tem vez nos esportes eletrônicos. Torneios de Fifa e PES tomam conta da cabeça dos apaixonados pelo gênero. Apesar de não existir um grande mundial como ocorre nos Mobas, organizações locais costumam criar campeonatos oficiais que valem premiação em dinheiro e rankings. Como, por exemplo, o Arte Virtual Fifa Clube, que é uma comunidade brasileira de Fifa que promove os jogadores profissionais e torneios.

EVO

O EVO, ou Evolution Championship Series, é um campeonato internacional de jogos de luta, que ocorre anualmente em Las Vegas. Ao contrário dos outros eSports, nesse torneio há diversos games, com tabelas e campeonatos separados. Mortal Kombat X, Ultra Street Fighter 4, Super Smash Bros. Melee, Killer Instinct e Tekken 7 foram alguns dos jogos participantes na edição de 2015. Assim como nos outros eSports, também há os grandes astros, como Daigo Umehara, que é até mesmo patrocinado por uma marca relacionada com o gênero, a fabricante de controles de jogos de luta Madcatz.

Cartas também têm vez

Com o crescimento dos jogos de cartas virtuais, segmentos de eSports têm crescido neste sentido. O líder, claro, é Hearthstone: Heroes of Warcraft, da Blizzard. Ao longo do ano jogadores disputam vagas em eliminatórias, que dão o direito de competir no torneio Mundial, que geralmente ocorre dentro da BlizzCon, o evento oficial para fãs da Blizzard, nos Estados Unidos. Em 2014 a premiação para o primeiro lugar foi de US$ 100 mil.

Estratégia em tempo real

O “pai” dos eSports, o gênero de estratégia em tempo real foi o grande início de todo o sucesso. O maior exemplo do gênero é StarCraft, o primeiro da série, e logo a febre passou para StarCraft 2. Graças a países asiáticos, esse tipo de jogo cresceu no eSport e fez a popularidade da competição. World of Warcraft, apesar de ser um RPG online, também tem segmentos de estratégia em tempo real e torneios oficiais na BlizzCon e fora dela.

Counter-Strike
Se StarCraft fez o gênero popular no oriente, Counter-Strike foi o responsável pelo seu crescimento no ocidente. O game de tiro em primeira pessoa que fez fama nas lanhouses do mundo todo, e também no Brasil, tem um Campeonato Mundial oficial, com premiação de US$ 50 mil para a equipe vencedora.

 FONTE
https://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/10/entenda-o-que-e-esport-e-saiba-como-ele-virou-uma-febre-mundial.html 

Eventos

 
Topo